sexta-feira, 6 de abril de 2012

MA: Quilombolas fazem protesto na Baixada



Ontem, dia 4 de abril, cerca de 250 quilombolas bloquearam a MA 014, perto do quilombo do Charco, em São Vicente Férrer, no Maranhão. O grupo, com representantes de quase 20 comunidades quilombolas, foi cercado pela polícia durante mais de oito horas de protestos

A manifestação foi um protesto, reivindicando a titulação de suas terras, em repúdio à PEC 215, que transferiria do Legislativo para o Senado a competência para a demarcação de territórios indígenas, quilombolas e outros, e em protesto contra a ADIN 3239, Ação Direta de Inconstitucionalidade do decreto 4887/2003, que pode fazer comunidades de remanescentes de quilombo no país perderem um dos seus poucos benefícios, que é o reconhecimento de seus territórios.

Em 2010, um quilombola da comunidade do Charco foi assassinado e em 2011 uma liderança sofreu tentativa de assassinato, por causa da luta da comunidade pelo reconhecimento dos seus direitos.
O Movimento Quilombola do Maranhão-MOQUIBOM há duas semanas ocupou a sede do INCRA e realizou protesto diante do Palácio dos Leões, sede do executivo maranhense. Segundo Gil Quilombola, da coordenação do movimento, “o enfrentamento nas ruas, nas estradas e os protestos é a única forma de impedir a matança dos povos tradicionais brasileiros..”

Em razão das pressões realizadas pelos manifestantes, o Ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria da Presidência da República, irá receber os quilombolas do MOQUIBOM, numa agenda que contará ainda com o presidente nacional do INCRA, a Ministra da SEPPIR e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em Brasília, na semana da votação da Adin 3239.

Com informações do MOQUIBOM (Movimento dos Quilombolas do Maranhão)

www.viasdefato.jor.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário